terça-feira, 20 de março de 2012

RADIO ESCUTA NÃO É CRIME


RADIO ESCUTA NÃO É CRIME

JUSTIÇA FEDERAL DECLARA: “RADIOAMADOR NÃO PRATICA CRIME COMO RÁDIO-ESCUTA DA POLÍCIA OU AVIAÇÃO”.
De acordo com a Lei no 4.117/62 Parágrafo Único do artigo 57 do Código Brasileiro de Telecomunicações referente à violação das telecomunicações:
“Não estão compreendidas nas proibições contidas nesta Lei as rádios comunicações destinadas a ser livremente recebidas as de amadores, as relativas a navios e aeronaves em perigo, ou as transmitidas nos casos de calamidade pública".

Esclarecimento da Dra. Juíza MARISA SANTOS do TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL:
“Os aparelhos adaptados para captar mensagens transmitidas por aeronaves e outros serviços públicos, sem o poder de interferir nas transmissões, são destinados a amadores”.


Assim sendo, a JUSTIÇA FEDERAL fez valer a Lei que já existe e que isenta a rádio-escuta, a interceptação de mensagens das radiocomunicações de serviços públicos e limitados, praticadas por radioamador, declarando inexistir conduta criminosa.
Não pratica crime o radioamador que intercepta e apenas escuta as comunicações da aviação, polícia e outros serviços públicos e ou limitados.

"Assim, temos que, fosse o caso de interpretar-se restritivamente a excludente prevista no parágrafo único do citado artigo 57, a restrição deveria alcançar exatamente a utilização de aparelhos para a transmissão de mensagens que pudessem interferir nos sistemas de segurança dos chamados serviços limitados, nunca para recepção..."
Nestes termos ficou muito claro que o uso de um aparelho de transmissão para emitir e causar interferência prejudicial continua sendo crime , punível com 2 anos de detenção.
Esta decisão da JUSTIÇA FEDERAL define com clareza que a rádio-escuta praticada por amadores, captando freqüências aeronáuticas (Aviação), não é proibido por Lei, em definitivo não se enquadra como crime de violação de telecomunicações do artigo 70 do Código Brasileiro de Telecomunicações, não há ilegalidade.
Os trechos transcritos são do ACÓRDÃO nº 94.03.067974-3 SP. - TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL em São Paulo.
Participaram desta decisão os Dignos Magistrados:
Dra. Juíza MARISA SANTOS, Dr. Juiz ARI AMARAL e Dr. Juiz LUIZ ROBERTO HADDAD.

40 comentários:

  1. Olá, gostaria de saber se posso viajar com meu ht yaesu vx-3 que comprei de uma amigo(está programado várias frequencias=polícia, bombeiros etc), e se posso ouvir normalmente em público,uma vez que não não tenho registro de radio amador, e baseado nesta lei se poderia ficar tranquilo, ok

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá amigo sim só que você tem que cumprir algumas regras como seu ht tem que ta bloqueado pra transmitir fora da faixa de radioamador ele só pode transmitir la na faixa de 144 a 148 se ele estiver desbloqueado já é ilegal e você tem que ter a nota fiscal dele fora isso tudo bem.

      Excluir
    2. Boa noite Nosliml tome cuidado com o uso de Rádios Hts portáteis (VHF) pois para você operá-lo ou transportá-lo é necessário que você tenha o COER(HABILITAÇÃO PARA O RADIOAMADOR) juntamente com a licença móvel, e aconselho você não deixar salvo nas memórias do rádio frequências de serviços públicos, somente frequências da faixa de radioamador, não se pode ouvir escutas de serviço públicos em ambientes abertos, somente em local reservado para o uso pessoal,EX: mesmo se um radioamador com 30 anos de hobby for flagrado por uma autoridade policial, seja(MILITAR, CIVIL OU RODOVIÁRIA) ouvindo uma frequência de uso público ele terá que se explicar na delegacia por que estava utilizando uma faixa destinada para outro tipo de serviço, então amigo tenha muita atenção sobre esse assunto,quanto ao bloqueio de tx realmente é verdade, somente 144 à 148mhz
      para transmissão, isso se você for radioamador licenciado, espero ter ajudado.

      Excluir
    3. pode usar para escutar sim!!!

      Excluir
    4. olá amigo eu Recomendo se vc tiver um HT compre um headphone ai vc pode escutar em Particular sim as Frenquencia agora se vc quer usar para conversar com amigo ou trabalho use as Frequencias que são Poucos isadas como 149,000 MHZ ok espero ter ajuda ... agora para vc ouvir a Frequencia PM faz um scaniamento que vc acha ...

      Excluir
  2. Amigo sou agente penitenciario e quero ouvir frequencia de PM , CIVIL PF E CB apenas para ficar ligado em ocorrencias e me alertar de algo proximo de minha area , para isso qual frequencia devo usar ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom dia, primeiro tem que saber qual frequência sua cidade usa para saber qual equipamento comprar.
      ou você pode comprar um scanner que pega várias faixas e ir procurando.

      Excluir
  3. Estou aqui denovo comentando sou do site rastreamentodecelular.net ,por que adoro esse blog,bom demais,muito bom msm!!!!!!me recomendaram e até hj acompanho,mais ai queria tirar uma duvida sera que esse site é bom http://detetive-particular.com ? se alguem souber me falar,e continue com mais post!! fuuuuuuuuui

    ResponderExcluir
  4. Olá Amigo,

    Gostaria de uma ajuda, eu adiquiri um HT Baofeng e sou totalmente leigo no sentido de usar esse aparelho, minha idéia foi de usar para viagens com minha esposa, mas minha pergunta é a seguinte: Posso usar ele normalmente no Brasil e no caso quando for p exterior? preciso de alguma autorização/homologação? O aparelho é travado e não tenho nota fiscal pois foi comprado no MP.
    Agradeço a atenção, forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim amigo você precisa ser radio amador, fazer prova na ANATEL, precisa que o radio seja homologado pela ANATEL, e precisa sim da nota do equipamento.

      Excluir
  5. ola amigo.moro em contagem M.G,GOSTARIA DE OUVIR RADIO DA PM DA AQUI,SOU TOTALMENTE LEIGO NO ASSUNTO,GOSTARIA QUE ME AJUDASSE.

    ResponderExcluir
  6. comprei um boalfeng nao tenho nota fiscal uso so em uhf porque emais forte pra comunica com minha esposa porem ele trabalha em duas bandas ,memorizei as duas bandas um no canal2 e outro no canal 4,oradio dela fica no canal2 entao transmito en vhf ela reçebe en uhf ela transmiti en vhf e eu recebo en uhf,mesmo assim tenho que te licensa pra opera juliocesar´´jc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Sim amigo, VHF/UHF precisa de licença de radioamador classe "C".

      Excluir
    3. TEM SIM , PELA ANATEL

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá amigo, sou leigo ainda no assunto, e tenho comigo em casa um rádio modesto (simples) trasceptor daqueles que se usam em vôo livre trekkings e outros, bem, porque eu conigo ouvir conversas dos operadores de rádio de longa distância e não posso participar da conversa do pessoal, aperto o botão de transmitir e não vai. Agradeço se puderem me esclarecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pode usar sim, desde que vc não transmita de 144 a 148 mil.

      Excluir
  9. Rádios Tecsun Degen melhor preço do mercado e a pronta entrega e importados entre em contato.
    paulomarley1@gmail.com

    ResponderExcluir
  10. Boa noite gostaria de comprar um rádio de boa qualidade que desse pra falar com meu irmão em outra cidade a mais ou menos 160 km de distancia qual modelo posso comprar e ? Caso não seja possível COM ESSA DISTANCIA mesmo assim mim indiquem um que tenha uma boa qualidade desde já agradeço.
    BARBARA SILVA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem que tirar sua licença na anatel

      Excluir
    2. Barbara, existe sim muitos modelos / preços e tipos de radios novos e usados no mercado para você comprar. mas procure algum radio amador aí de sua região que - normalmente - terá prazer em te orientar. Lojas de antenas geralmente tem conhecimento de radio amadores de sua cidade.Não quero te confundir com muita informação mas caso queira, me contate via e-mail, - automotivus@gmail.com.br - Azevedo - abços!

      Excluir
  11. Boa noite, qual a frequência da PM em Santa Maria / RS ?
    Tenho um Icom IC-V8 .

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde gostaria de ouvir o radio da pm da minha cidade + não sei nem como começar alguém mi ajuda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  13. amigos que querem ouvir as varias frequencias eu recomendo o radio YAESU FT-60R
    ESSE RADIO (HT) radio portatil pega de 108.000 até 999,000 sendo assim pega tudo des da aviação a té policia militar, civil, rodoviaria etc tudo mesmo.
    não é crime e esse radio é homologado pela anatel pois elem de ele pegar tudo (escuta) só transmite onde é permitido ok.
    espero ter ajudado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MAS , VC PRECISA DE UMALICENÇA DA ANATEL

      Excluir
  14. OLA TENHO UM HT FT-250 YAESU COMO FAÇO PARA COLOCAR ELE PARA ESCANEAR SOMENTE AS FREQUENCIAS DA MEMORIA

    ResponderExcluir
  15. Ola galera boa noite
    Estou para comprar um yaesu FT470 gostaria de saber se eu consigo usar para escutar frequencias de aviacao sou do rio de janeiro as frequencias aqui sao. Torre de jacarepagua 118.4 e torre rio 118.7. Obrigado

    ResponderExcluir
  16. ola galera eu tenho um radio amador 148 px cobra alguem podia me falar que antena eu coloco pra pegar longa distancia moro na bahia em jequie me ajuda jente obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vende e compra um telefone ,,,,,,

      Excluir
    2. OLÁ,
      DESCULPE PELA RESPOSTA ESTÚPIDA E IRÔNICA DO COLEGA "ANÔNIMO" QUANDO SUGERIU QUE VOCÊ COMPRE UM TELEFONE....NA VERDADE EXISTEM ALGUMAS MARCAS E MODELOS DE ANTENAS COM MELHOR RECEPÇÃO QUE OUTRAS. PROCURE SABER AÍ MESMO COM SEUS COLEGAS RADIO AMADORES QUE NORMALMENTE TERÃO PRAZER EM INFORMAR. ABÇOS!

      Excluir
    3. Você não tem um RADIOAMADOR *modo correto de escrever,sem espaço* Pelo fato que um RADIOAMADOR é uma pessoa física ou jurídica e NÃO um objeto negociável. o que você possui é um TRANSCEPTOR DESTINADO AO USO NA RÁDIO FAIXA DO CIDADÃO *popularmente denominado de px* O qual NADA tem a ver com o hobby RADIOAMADORISMO PRATICADO POR RADIOAMADORES.

      Excluir
  17. Ola! Alguem pode me informar se posso transportar meu ht estando DESLIGADO sem problemas ou tambem preciso tirar um indicativo? Desde ja agradeco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode transportar sem problema seu HT desligado, se a policia parar você ela não poderá efetuar a prisão do seu HT e nem multar pois ele estará desligado.
      Cap. Luiz Antonia Melo.

      Excluir
    2. esse tal "capitão Luiz Antonia de Melo" com certeza é um A.S.P.O.N.E. ASPIRANTE A PORRA NENHUMA...

      Desde quando UM CLANDESTINO,SEM C.O.E.R. (CERTIFICADO DE RADIOAMADOR) E SUA LICENÇA pode portar um TRANSCEPTOR em condições de uso,mesmo que desligado ?

      A instituição POLÍCIA seja ela militar,Civil,Federal NÃO MULTA,MUITO MENOS FAZ APREENSÃO de TRANSCEPTORES a não ser que estejam de posse de CLANDESTINOS,ou comprovada situação de CRIME.

      Estude um pouco quem sabe um dia deixe de se intitular (otoridadi) e realmente seja uma autoridade.

      Excluir
  18. Olá tenho um par de rádios com 22 canais de frequencia, gostaria de saber se eu posso comunicar com outros rádios ou só entre os dois. Se eu puder comunicar qual a frenquencia mais utilizada dessa 22? Obrigado

    ResponderExcluir
  19. Creio que o autor do post,deveria dar o crédito ao autor da matéria,até pelo fato de que
    O causídico,foi quem defendeu o radioamador em questão à época do fato narrado,como pode ser conferido no link a seguir.

    http://py2mok.tripod.com/R-ESCUTA.HTM

    O mais importante do que apenas ler,é compreender,o radioamador em questão ,embora fosse detentor do c.o.e.r. e respectiva licença,estava usando um TRANSCEPTOR e não um scanner apenas para recepção,e mais. Se alguém seja radioamador ou não for flagrado com um TRANSCEPTOR na frequência Policial,PODE SIM SER CONDUZIDO A AUTORIDADE POLICIA E RESPONDERÁ como está bem claro na própria matéria acima *CITO* "". Nestes termos ficou muito claro que o uso de um aparelho de transmissão para emitir e causar interferência prejudicial continua sendo crime, punível com detenção de 2 anos.

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde eu moro na baixada santista e comprei um rádio da Kenwood th f9 dual. Gostaria de saber como faço para ouvir a transferência da PM, bombeiro, etc. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FÁCIL LIGUE 190 E DIGA A ATENDENTE QUE VOCÊ QUER OUVIR A FREQUÊNCIA DESTINADA A POLÍCIA MILITAR .OU VÁ ATÉ O BATALHÃO E DIGA QUE VOCÊ É FÃ E QUER OUVIR..

      QUEM NÃO É SERVIDOR CONCURSADO NA ÁREA DA SEGURANÇA E QUER "ouvir" A ROTINA POLICIAL AO MEU VER É UM RETARDADO,OU UM MALA A SERVIÇO DA MARGINALIDADE,POIS UM VERDADEIRO RADIOAMADOR USARÁ UM SCANNER E NÃO UM TRANSCEPTOR QUE É ILEGAL...


      APROVEITANDO O GANCHO DA ILEGALIDADE,PELA 2A VEZ FICA A DICA AO DONO DESTE BLOG QUE DE OS DEVIDOS CRÉDITOS A QUEM CRIOU,REDIGIU E MAIS FOI O ADVOGADO QUE DEFENDEU O RADIOAMADOR NA ÉPOCA DOS FATOS,O ILUSTRE PY2MOK- http://py2mok.tripod.com/R-ESCUTA.HTM

      Excluir

Comentários

ondas tropicais

Onda tropical ou "Ondas Tropicais" é uma porção do espectro eletromagnético correspondente às radiofreqüências entre 2300 kHz e 5060 kHz (comprimentos de onda dos 120 m aos 60 m). A origem da designação "ondas tropicais" está associada ao (uso entre os trópicos) e com a comparação do seu "comprimento de onda", da ordem de dezenas de metros (sendo por isso também chamadas ondas decamétricas), com o comprimento de onda de outras radiações eletromagnéticas, mais longas, como as ondas médias (ondas hectométricas) e longas (ondas quiilométricas). Representam importante papel nas transmissões de rádio tanto para radiodifusão, como para fins utilitários (comunicações com aviões, embarcações, etc) civis, militares ou comerciais. Devido à característica do comprimento de onda, as transmissões podem se propagar até grandes distâncias, através de saltos onde há a refração e consequente reflexão nas camadas da ionosfera (Lei de Snell). A propagação das transmissões de rádio em ondas curtas estão sujeitas à fenomenologia própria das camadas ionosféricas. A designação nasceu nos primórdios das transmissões de rádio, quando as freqüências geralmente utilizadas eram muito mais baixas. Esta porção do espectro é também referida como HF, sigla derivada do inglês High Frequency, em contraponto à faixa de ondas longas (de comprimento de onda da ordem de quilômetros, também referida como LF, Low Frequency) e às ondas métricas que compõem as transmissões nas freqüências de VHF, Very High Frequency. Enfim a Onda Tropical é uma Onda Curta criada para ser usada entre os Trópicos.

curiosidades

Curiosidades

  • Os rádios e alguns auto-rádios antigos sintonizavam Ondas Médias (OM), mais conhecidas como rádios AM nas frequências de 540 kHz até 1.630 kHz.
  • Esses rádios antigos muitas vezes também sintonizavam Ondas Curtas (OC), nas frequências até 15 a 30 MHz.
  • A sintonização de Ondas Tropicais (OT), nas frequências 2300 kHz a 5060 kHz de 120, 90, 75 e 60 metros. Há estudos que dizem que as mesmas podem chegar a 5900 kHz de 49 metros.
  • A modulação é por amplitude, onde o sinal da rádio, por exemplo 3 MHz (OC), tem sua potência de transmissão modulada pelo sinal de áudio. Essa modulação é chamada de AM (Amplitude Modulation).
  • A modulação AM ocupa o equivalente a duas vezes a banda do sinal de áudio?. Ou seja, se desejamos transmitir uma banda audível de 5 KHz a modulação AM ocupa 10 KHz no espectro de frequências de rádio.
  • A modulação SSB (Single Side Band) é uma técnica de trasmissão AM que ocupa metade da banda AM de rádio, ou seja, ela necessita apenas 5 KHz de banda no espectro de frequência de rádio para 5 KHz de banda de áudio. A banda inferior, ou superior podem igualmente ser utilizadas, propiciando assim uma ocupação de um quarto apenas da banda (2,7 kHz).
  • Os rádios com modulação SSB e mesmo os rádios AM estavam se tornando obsoletos pela baixa qualidade de áudio pois a banda de áudio foi limitada em 5 KHz e demandam um potente amplificador (transmissor) operando na classe C de operação. Contudo, com a criação de receptores digitais de alta fidelidade e portáteis (p.ex. Sony ICF-SW35) muitos voltam a usufruir desse tipo de transmissão. Várias rádios brasileiras (Rádio Gaúcha, Rádio Guaíba, Rádio Bandeirantes, Rádio Aparecida, Rádio São Carlos) apresentam transmissão concomitante em ondas curtas ou tropicais.
  • A modulação FM ocupa uma banda ainda maior no espectro de frequências de rádio que a transmissão por AM. Ou seja, uma rádio FM ocupa até 200 KHz para uma banda de 2 x 15 KHz de áudio estéreo.

dexismo

DX, em radioamadorismo é sigla que significa um contato a longa distância. É também um passatempo em que se ouve emissoras de radiodifusão em longas distâncias.

A prática do DX é exercida desde o início do século XX, este hobby também é chamado de "radio escuta DX".

Para se executar um DX, tanto radioamadores (transmissão, recepção), quanto aficcionados da radioescuta (somente recepção), necessitam de certas condições ideais de clima, propagação, equipamentos, etc.

Em Ondas Curtas a ionosfera é um dos principais enlaces para a conexão entre duas ou mais estações de radioamador ou recepção em longa distância.

Codificação

No caso do radioamadorismo, o operador de rádio deve saber o modo usado internacionalmente para passar e receber a palavra falada ou codificada em modo digital ou CW (telegrafia).

No caso da palavra falada, o conhecimento do Código Fonético Internacional é importante, este por ser universal vence a barreira dos idiomas.

[editar]Condições para um "bom DX"

Quando se executa um contato, as estações transmitem uma reportagem entre si. Esta fornece informações das condições de recepção entre ambas. O sistema utilizado é chamado RST, aceito mundialmente.

O idioma adotato num contato DX é o inglês, e convém ao "dexisista", ter uma lista dos prefixos de estações de rádio completa, para saber qual país está sendo contatado.

Uma vez executado um contato, é de bom tom registrá-lo em arquivo. Este deve ter:

  • A data.
  • Hora GMT (UTC), conhecida como horário Zulu. (No Brasil este é o horário de Brasília mais três horas).
  • Condições de recepção.
  • Equipamento.
  • Antena.

O radioamador deve ter um cartão chamado "QSL". Este é enviado à estação internacional contatada contendo:

  • Condições de recepção.
  • Condições de ruído.
  • Informações básicas da estação.
  • Informações pessoais do radioamador agradecendo a conversa efetuada.

O cartão pode ser remetido por qualquer meio, ou via Labre, no caso do Brasil, ou via ( REP )http://www.rep.pt/ no caso de Portugal.

[editar]Conteste

Contestes são competições entre radioamadores, estes variam conforme regras combinadas antes do evento.

Para participar das competições o radioamador deve conhecer as regras do concurso, e preencher um formulário chamado LOG. Neste são registrados todos os contatos, para posterior soma de pontos.

[editar]DXCC

Diploma atribuído pela ARRL organização de Radio Amadores Americana, a quem provar através de confirmação (QSL's) o mínimo de 100 Países confirmados, a quem tiver perto do patamar máximo de todos os países confirmados, menos 9, entrará na Honor Roll.

[editar]Propagação

Nos DX, a propagação de radiofreqüência via ionosfera tem papel preponderante. Quando existe é chamada "propagação aberta".

Em certas condições especiais, a propagação pode ocasionar contatos a muito longa distância com qualidade de recepção extraordinária.

Nas faixas do espectro de alta freqüência (HF), em comprimentos de onda em torno de 40m, 80m, e 160m, a propagação das ondas de rádio via ionosfera, quando aberta, ocorre ao anoitecer e segue até o amanhecer.

Ainda em HF, porém nos comprimentos de onda em torno de 30, 20, 17, 15, 12 e 10 metros, a propagação pode variar durante as vinte e quatro horas do dia, tanto em intensidade, duração, além da direção.

[editar]Possibilidade de contatos em língua portuguesa e espanhola

É possível manter contatos DX com muitas regiões usando apenas o idioma português e espanhol. Estas são:

Existem muitos radioamadores portugueses na Europa, em especial:

Ainda contacta-se em português com:

Em espanhol:

[editar]Procedimento para execução de um DX

Entre outras, existem duas formas de se iniciar um DX ou chamado geral DX:

  • CQ DX, CQ DX, CQ DX, de Py5(seu sufixo, aaa,bbb,ccc), ou respondendo a um chamado.
  • Quando se quer direcionar o chamado para um determinado país, pode-se fazer da seguite forma:
  • "CQ DX Portugal, CQ DX Portugal, CQ DX Portugal, de Py5abc".

[editar]Ética de execução de DX

Um DX é um contato entre pessoas de nações e tradições diferentes, portanto as regras para executá-lo devem ser claras, objetivas e não ofensivas para todas as culturas, quaisquer que sejam.

  • A linguagem utilizada numa comunicação internacional não deve ser "regionalista", nem deve conter termos que são ofensivos.
  • Deve ser mantido acima de tudo o respeito e a educação.
  • É de bom tom que, antes de começar algum chamado DX, nunca esquecer de perguntar se a freqüência está livre, dizendo:

"Esta freqüência está ocupada?", ou "Is this frequence in use?", *Responder a um chamado DX sempre após ter anotado o "indicativo de chamada" da estação que chama de forma completa, se possível.

  • Se existirem muitas estações chamando a visada pelo radioamador, este deve esperar a ocorrência de um pequeno silêncio e executar a chamada dizendo apenas as duas últimas letras do sufixo do seu indicativo.
  • Se a estação que chama, após o radioamador contestá-la disser as iniciais de seu indicativo e "complet your call", este operador informa seu "indicativo de chamada" completo (prefixo-"PY5"- + sufixo-"AAA") e a "reportagem de sinal ("5" "5" "9"). Se a estação que contestou foi ouvida, a outra dirá o indicativo de chamada correspondente e a reportagem de sinal da mesma forma simples e objetiva. Neste caso o contato foi concluído com sucesso.
  • Não é educado chamar uma estação internacional nos intervalos de câmbio, sempre se deve aguardar "QRZ?", (Significa: "quem chama?").
  • Se uma estação chama em ordem numérica, não se deve responder antes que chegue o indicativo de chamada, por exemplo: Brasília, Goiás, Tocantins e São Paulo, número 2, ou "QRZ- number two".
  • Se o chamado for apenas para outro país ou continente que não o do radioamador que ouve o DX, não é de bom tom responder, pois a outra estação não quer fazer contato com aquele país, portanto não responderá.
  • No máximo se deve transmitir, as informações essenciais ao registro completo do contato, indicativo de chamada, nome do operador, cidade e RS(T). Seria algo como: “meu nome é 'seu nome', o meu QTH é 'sua cidade', e a sua reportagem de sinal é 5/9”.

Ondas de rádio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ondas de rádio
Ciclos por segundo: 30 MHz a 3 GHz

Comprimento de onda: 10 m a 10 cm

Ondas de rádio são radiações eletromagnéticas com comprimento de onda maior e freqüência menor do que a radiação infravermelha. São usadas para a comunicação em rádios amadores, radiodifusão (rádio e televisão), telefonia móvel.

Nesta também estão incluídas as ondas do tipo VHF e UHF.

Um dos vários tipos de onda, as ondas hertzianas são popularmente conhecidas como ondas de rádio-freqüência ou simplesmente ondas de rádio. Usadas, principalmente, em difusão de rádio, elas estão também presentes na difusão de televisão, em sistemas de comunicação terrestre ou via satélite, radionavegação, radiolocalização e diatermia.

Em Física, as ondas hertzianas podem ser definidas, de maneira simples, como radiações eletromagnéticas produzidas por inversões rápidas de corrente em um condutor. Elas são parte das ondas que formam uma onda eletromagnética, juntamente com ondas sonoras, luminosas, de calor, de raios X etc.

[editar]Freqüências

A radiodifusão é baseada em uma estação de rádio (transmissor) que transforma voz dos locutores, músicas e outros sons em ondas eletromagnéticas que são enviadas para a atmosfera através de uma antena. O rádio (receptor) é um aparelho que tem a função de receber estas ondas eletromagnéticas, através de sua antena, e transformá-las em sons compreensíveis ao ouvido humano. As ondas hertzianas dividem-se em bandas de rádio que variam entre as freqüências de 3 kilohertz (muito baixas) a 300 mil megahertz (extremamente altas). Estas bandas são agrupadas e classificadas de acordo com a freqüência em que transmitem. As freqüências são classificadas em grupos, e estes grupos são comumente chamados por: onda curta, onda média e onda longa. Dentro destes segmentos, encaixam-se estações de radiodifusão, serviços de comunicação aérea, marítima, telegrafia etc.

[editar]Histórico

A partir de estudos anteriores de Thomas Edison, Elihu Thomson, Amos Emerson Dolbear, Michael Faraday e Joseph Henry, o alemão Heinrich Hertz fez novas experiências com circuitos. Após várias etapas de experiências, Hertz orientou suas pesquisas no sentido do estudo das ações do ar em seus circuitos. O físico concluiu que estas ações se manifestam sob a forma de ondas e, em 1887, inventou os termos “ondas indutivas” ou “ondas aéreas”, hoje chamadas ondas hertzianas, em homenagem a ele.

[editar]Veja também



Frequência dos canais de televisão

  • 14 - 470 MHz a 476 MHz
  • 15 - 476 MHz a 482 MHz
  • 16 - 482 MHz a 488 MHz
  • 17 - 488 MHz a 494 MHz
  • 18 - 494 MHz a 500 MHz
  • 19 - 500 MHz a 506 MHz
  • 20 - 506 MHz a 512 MHz
  • 21 - 512 MHz a 518 MHz
  • 22 - 518 MHz a 524 MHz
  • 23 - 524 MHz a 530 MHz
  • 24 - 530 MHz a 536 MHz
  • 25 - 536 MHz a 542 MHz
  • 26 - 542 MHz a 548 MHz
  • 27 - 548 MHz a 554 MHz
  • 28 - 554 MHz a 560 MHz
  • 29 - 560 MHz a 566 MHz
  • 30 - 566 MHz a 572 MHz
  • 31 - 572 MHz a 578 MHz
  • 32 - 578 MHz a 584 MHz
  • 33 - 584 MHz a 590 MHz
  • 34 - 590 MHz a 596 MHz
  • 35 - 596 MHz a 602 MHz
  • 36 - 602 MHz a 608 MHz
  • 37 - 608 MHz a 614 MHz - Não utilizado para TV - Reservado para radioastronomia;
  • 38 - 614 MHz a 620 MHz
  • 39 - 620 MHz a 626 MHz
  • 40 - 626 MHz a 632 MHz
  • 41 - 632 MHz a 638 MHz
  • 42 - 638 MHz a 644 MHz
  • 43 - 644 MHz a 650 MHz
  • 44 - 650 MHz a 656 MHz
  • 45 - 656 MHz a 662 MHz
  • 46 - 662 MHz a 668 MHz
  • 47 - 668 MHz a 674 MHz
  • 48 - 674 MHz a 680 MHz
  • 49 - 680 MHz a 686 MHz
  • 50 - 686 MHz a 692 MHz
  • 51 - 692 MHz a 698 MHz
  • 52 - 698 MHz a 704 MHz
  • 53 - 704 MHz a 710 MHz
  • 54 - 710 MHz a 716 MHz
  • 55 - 716 MHz a 722 MHz
  • 56 - 722 MHz a 728 MHz
  • 57 - 728 MHz a 734 MHz
  • 58 - 734 MHz a 740 MHz
  • 59 - 740 MHz a 746 MHz
  • 60 - 746 MHz a 752 MHz
  • 61 - 752 MHz a 758 MHz
  • 62 - 758 MHz a 764 MHz
  • 63 - 764 MHz a 770 MHz
  • 64 - 770 MHz a 776 MHz
  • 65 - 776 MHz a 782 MHz
  • 66 - 782 MHz a 788 MHz
  • 67 - 788 MHz a 794 MHz
  • 68 - 794 MHz a 800 MHz
  • 69 - 800 MHz a 806 MHz,
  • sendo os canais de 70 a 83 formalmente destinados à TV, mas usados em alguns países, por exemplo, *para:
    1. 806–824 MHz: Pagers (formalmente canais 70–72 de TV)
    2. 824–849 MHz: franquias de AMPS A & B, terminal (telefonia móvel) (formalmente canais 73–77 de TV)
    3. 849–869 MHz: segurança pública (resgate, polícia — formalmente canais 77–80 de TV)
    4. 869–894 MHz: franquias de AMPS A & B, rádio-base (formalmente canais 80–83 de TV)

    HF é a sigla para o termo inglês Very High Frequency (Frequência Muito Alta) que designa a faixa deradiofrequências de 30 a 300 MHz[1]. As frequências abaixo das VHF são conhecidas como Altas Frequências (HighFrequencies), e as freqüências acima como Ultra Altas (Ultra High Frequencies).

    A VHF é comummente utilizada para transmissão de rádio FM (comumente em 88-108 MHz) e transmissões televisivas (em conjunto com a faixa de frequência UHF). Também é geralmente usada para sistemas de navegação terrestre (VER no detalhe), comunicações aéreas (dos aviões) e radioamadorismo.

    Características de propagação

    As características de propagação das VHF são ideais para comunicações terrestres de curta-distância, com um alcance geralmente além da linha de visada do transmissor (ver a fórmula abaixo). Ao contrário das altas frequências (HF), a ionosfera não reflecte as ondas VHF e as transmissões são restritas à área local, não interferindo com transmissões realizadas desde milhares de quilómetros). A faixa VHF é menos afectada por ruídos e interferéncias atmosféricas emitidas por equipamentos eléctricos de baixas freqüências. Por outro lado, é mais facilmente obstruído pelas características do terreno que em freqüências mais baixs (como na HF), embora seja menos sujeita a interferéncias por edifícios e outros objectos menos substanciais do que em freqüências mais elevadas (como na UHF).

    Era também mais fácil construir transmissores, receptores, e antenas eficientes para VHF nos primórdios do rádio, em comparação à frequência UHF. Na maioria dos países, o espectro de VHF é usado para transmissão de rádio e televisão, assim como estações bidirecionais comerciais (tais como aqueles operadas por táxis e por polícias), comunicações rádio bidirecionais marítimas, e rádios de avião.

    [editar]Condições de Propagação Incomuns

    Duas condições de propagação incomuns podem permitir um alcance muito maior do que o normal: ducto troposférico e Esporádica-E (muito mais rara de ocorrer).

    O ducto troposférico pode ocorrer paralelamente ao avanço de uma frente fria, na parte dianteira desta, especialmente se houver uma diferença marcante nas umidades entre as massas de ar frio e quente. Um ducto pode se formar aproximadamente 240 km (150 milhas) adiante da frente fria, similarmente a um ducto de ventilação em um prédio, e as radiofreqüências de VHF podem se propagar neste ducto por centenas de quilómetros. Por exemplo, um transmissor FM amador de 50 watts operando em 146 MHz pode se comunicar desde Chicago para Joplin, Missouri, diretamente, e para Austin, Texas, através de um repetidor.

    A propagação Esporádica-E é assim chamada por se referir à camada E da ionosfera. Uma erupção de mancha solar pode lançar na atmosfera superior da terra partículas carregadas, que podem permitir a formação de um "remendo" ionizado denso o bastante para refletir de volta frequências de VHF, da mesma forma que as freqüências de HF são refletidas (onda espacial). Por exemplo, a emissora de TV KMID (canal 2, 54-60 MHz) de Midland, Texas, foi sintonizado em Chicago, bloqueando o sinal da emissora WBBM-TV de Chicago transmitindo no mesmo canal. Estes "remendos" podem durar segundos, ou se estender por horas. Estações de FM de Miami, Florida; Nova Orleães, Louisiana; Houston, Texas e mesmo do México foram ouvidas por várias horas na área central de Illinois durante tal evento.

    [editar]Fórmula da Linha de Visada

    O alcance de VHF é uma função da potência do transmissor, da sensibilidade do receptor, e da distância ao horizonte, visto que os sinais de VHF se propagam sob circunstâncias normais como um fenómeno próximo da linha de visada ("line-of-sight"); esta expressão quer dizer que ambas as antenas precisam estar "visuais", ou seja, estarem na linha de visada (ou de visão) uma da outra.

    Uma aproximação para calcular a distância do horizonte da linha de visada é:

    d=\sqrt{12,7 * A_m}

    onde d é a distância em quilómetros, e Am é a altura da antena em metros. Esta aproximação somente é válida para antenas cujas alturas são pequenas comparadas ao raio da Terra.

    [editar]Situação da VHF por país

    [editar]Austrália

    A faixa da TV de VHF na Austrália era originalmente os canais alocados de 1 até 10 - com as freqüências 2, 7 e 9 atribuídas para os serviços iniciais em Sydney e Melbourne, e as mesmas frequências seriam atribuídas mais tarde em Brisbane, em Adelaide e em Perth. Outras cidades importantes e áreas regionais utilizariam uma combinação destes e de outras frequências como disponível.

    Diversas estações da TV foram alocadas nos canais 3, 4 e 5A do VHF, que estavam dentro das faixas de rádio FM, embora não ainda usado para essa finalidade. Um par de exemplos notáveis eram NBN-3 Newcastle, WIN-4 Wollongong e ABC Illawarra no canal 5A. A maioria das TVs dessa era não foram equipadas para receber estas transmissões, e assim que foram modificadas nas despesas dos proprietários ajustam nestas faixas; se não o proprietário teriam de comprar uma TV nova. Começando nos anos 90, a autoridade transmitindo Australian começou a mover um processo à estas estações para as faixas UHF para livrar acima o spectrum valioso do VHF para sua finalidade original do rádio de FM. Duas frequências novas do VHF, 9A e 12, têm sido disponíbilizadas e estão sendo utilizadas desde primeiramente para os serviços digitais (por exemplo ABC em cidades importantes) mas também para alguns serviços análogos novos em áreas regionais.

    [editar]Nova Zelândia

    • 44-68 megahertz: Televisão da faixa I (canais 1-3)
    • 88-108 megahertz: Rádio da faixa II
    • 174-230 megahertz: Televisão da faixa III (canais 4-11)

    Na Nova Zelândia, as quatro estações principais de TV Livres usam ainda as faixas da televisão do VHF (faixa I e faixa III) transmitir seus programas às casas de Nova Zelândia. Outras estações, incluindo uma variedade das TVs pagas e de estações regionais Livres, transmitem seus programas usando a faixa de UHF desde que a faixa do VHF é sobrecarregada muito com as quatro estações que compartilham de uma faixa de frequência muito pequena.

    [editar]Reino Unido

    O VHF originalmente usado na televisão britânica une I e III. a televisão no VHF estava em preto e no branco com 405 linha exposição. A televisão de cor britânica era transmitida na frequência UHF (canais 21-69), começando no final dos anos 60. A TV de então era em transmissão no VHF e na UHF, à exceção de BBC2 (que teve sempre a transmissão unicamente na UHF). Os últimos transmissores de tevê em VHF dos Ingleses fecharam-se em 3 de janeiro de 1985. A faixa III do VHF é usada agora no Reino Unido para a transmissão de áudio digital. Raramente, o Reino Unido tem um alocamento de rádio amador em 4 metros, 70 - 70.5 megahertz.

    [editar]Estados Unidos

    Os serviços gerais na faixa do VHF são:

    • 30 - 46 megahertz: Uma comunicação licenciada dos celulares da terra de 2 caminhos
    • 30 - 88 megahertz: VHF-FM militar, incluindo SINCGARS
    • 43 - 50 megahertz: Telefones Cordless, de “walkie-talkies FM de 49 megahertz”, e uma comunicação misturada do celular de 2 caminhos
    • 50 - 54 megahertz: Rádio amador faixa de 6 metros
    • 54 - 72 megahertz: Canais de TV 2 a 4 (será utilizado para outros fins quando a conversão à TV digital for completada e as transmissões analógicas forem encerradas)
    • 72 - 75.5 megahertz: Dispositivos de controle remoto
    • 75.5 - 87.5 megahertz: Canais de TV 5 a 6 (será utilizado para outros fins quando a conversão à TV digital for completada e as transmissões analógicas forem encerradas)
    • 87.5 - 108 megahertz: (Comercial 88-92, não-comercial 92-108) da transmissão do rádio de FM
    • 108 - 118 megahertz: Navegações aéreas usando VOR
    • 118 - 132 megahertz: Airband para o controle de tráfego aéreo, AM, 121.5 megahertz é frequência de emergência
    • 132 - 144 megahertz: Serviços civis auxiliares, satélite, pesquisa do espaço, e outros serviços variados
    • 144 - 148 megahertz: Faixa amadora 2 metros
    • 148 - 174 megahertz: “A faixa de negócios VHF”, Serviço de rádio multiuso(MURS), e outros celulares da terra de 2 caminhos, FM
    • 156 - 174 rádio marinho VH; narrowband FM, 156.8 megahertz (canal 16) é a frequência marítima de emergência e contato.
    • 162.40 - 162.55: Estações de tempo de NOAA, narrowband FM
    • 174 - 216 megahertz: Canais de TV 7 a 13, e microfones wireless profissionais (poder baixo, somente determinadas frequências exatas)
    • 216 - 222 megahertz: serviços mistos
    • 222 - 225 megahertz: Faixa amadora “11/4 metros” (realmente mais perto de 11/3 metros)
    • acima de 225 megahertz: Serviços federais, rádio de avião militar (225-400 megahertz) AM, incluindo HAVE QUICK, dGPS RTCM-104

    87.9 megahertz é uma radiofrequência que, na maioria do mundo, é usado para a transmissão de rádio de FM. Nos Estados Unidos, 87.9MHz é parte do canal de TV 6 (82-88 megahertz). Na definição do FCC, 87.9 pode somente ser usados em uma circunstância específica: para as estações deslocadas da classe D que não têm nenhuma outra frequência nas sub-bandas 88.1 - 107.9MHz normal para se mover. Assim distante, somente 2 estações qualificaram-se para operar sobre 87.9 megahertz: 10-Watt KSFH no Mountain View, na Califórnia e 34-Watt no tradutor K200AA no vale do sol, Nevada. Nos Estados Unidos, 87.9 megahertz correspondem ao canal 200.

    [editar]Brasil

    As transmissões de TV iniciaram em 1950. Foi adotado o mesmo padrão de transmissão monocromática utilizado nos Estados Unidos, o NTSC-M, com os canais 2 a 6 (faixa I) e 7 a 13 (faixa II). Em 1973 surgiu a transmissão em cores, sendo adotado o padrão PAL. O sistema de transmissão de TV no Brasil passou a ser referido como PAL-M. Em 2007 foram iniciadas as transmissões de TV digital na faixa de UHF, sendo previsto em alguns anos o encerramento das transmissões analógicas em VHF.

    As primeiras transmissões de rádio FM iniciaram nos anos 50 com emissoras pioneiras como a Rádio Imprensa, do Rio de Janeiro. Contudo, somente a partir dos anos 70 as transmissões FM começaram se expandir. É utilizada a faixa de 87,5 a 108 MHz.

    Frequências dos canais de televisão VHF, sistema M:[2]


    Canal Frequência

    • 2 : 54 MHz a 60 MHz
    • 3 : 60 MHz a 66 MHz
    • 4 : 66 MHz a 72 MHz
    • 5 : 76 MHz a 82 MHz
    • 6 : 82 MHz a 88 MHz
    • 7 :174 MHz a 180 MHz
    • 8 :180 MHz a 186 MHz
    • 9 :186 MHz a 192 MHz
    • 10 :192 MHz a 198 MHz
    • 11 :198 MHz a 204 MHz
    • 12 :204 MHz a 210 MHz
    • 13 :210 MHz a 216 MHz

    Frequências de Comunicação VHF na Aviação:

    • 118,0 a 136,95 MHz (AM)

    Frequências de Navegação VHF na Aviação:

    • 112,0 a 117,9 MHz (decimais pares e ímpares) ou
    • 108,0 a 112,0 MHz (decimais pares)

    Frequências de Radioamadores:

    • 144 a 148 MHz (faixa estreita de FM) Brasil, EUA (ITU Região 2)
    • 144 a 146 MHz (faixa estreita de FM) Portugal, Europa (ITU Região 1)

    [editar]Portugal

    As transmissões de TV utilizam os sistemas B e G, e o padrão PAL para transmissão em cores.

    A faixa de radioamadorismo de 2 metros utiliza as freqüências de 144 a 146 MHz (faixa estreita de FM), alocadas para a Região I definida pela ITU.

    [editar]Banda de VHF-WFM (radiodifusão)

    • 87.5 a 108.0 MHz

    [editar]Operação não licenciada

    Em alguns países, particularmente nos Estados Unidos e no Canadá, transmissões limitadas de baixa potência são permitidas na faixa de FM para determinadas finalidades, como a transmissão da saída do áudio de tocadores de CD e outras mídias digitais para rádios FM sem o uso de cabos. Contudo, isto é ilegal em outros países, como o Reino Unido.

    FREQUÊNCIAS AERONÁUTICAS
    ATENÇÃO: Dados não devem ser usados para vôo real, sendo assim, dados servem APENAS para o Flight Simulator, Flight Gear, ou jogos semelhantes.
    INSTRUÇÕES: Para ver o código IATA, ICAO, ou outras informações sobre o mesmo, clique no nome do Aeroporto. Campos vazios significam que o Aeroporto/Aeródromo não possui tal frequência, ou que esta frequência ainda não foi inserida na tabela por mim.
    Por Joseph Bedros

    ATISClearanceGroundTower
    Campinas - Viracopos127.82121.9118.25
    Rio de Janeiro - Galeão127.60121.0121.65118.0 / 118.2
    Rio de Janeiro - Santos Dummont132.65121.05121.7118.7
    São José dos Campos118.50
    São Paulo - Congonhas127.65120.6121.9127.15
    São Paulo - Guarulhos127.75121.0121.7 / 126.9118.4 / 132.75 / 135.2
    São Paulo - Marte118.70121.6118.7

    Topo

    ESTADOS UNIDOS - FLORIDA
    ATISClearanceGroundTower
    Daytona Beach Intl120.05
    Fort Lauderdale/Hollywood Intl135.00
    Fort Myers - Page Field135.20
    Fort Myers - Southwest Florida Intl124.65
    Fort Pierce- St Lucie County Intl134.82
    Gainesville Regional127.15
    Hollywood - North Perry135.47
    Jacksonville Intl125.85
    Jacksonville - Craig Muni125.40
    Melbourne Intl132.55
    Miami Intl119.15
    Miami - Opa Locka125.90
    Naples Muni134.22
    Orlando - Sanford125.97
    Orlando Intl121.25
    Panama City-Bay Co Intl128.30
    Pensacola Regional121.25
    Pompano Beach Airpark120.55
    Sarasota/Bradenton Intl134.15
    St Petersburg/Clearwater Intl134.50
    Stuart - Witham Field134.70
    Tallahassee - Tallahassee Regional119.45
    Tampa Intl126.45

O radioamadorismo

O radioamadorismo é um hobby científico com diversas modalidades. O radioamador é a pessoa que procura manter funcionando um estação de radiocomunicação, ora para comunicados e conversas informais bem como para concursos e competições nacionais e internacionais. Além dos "bate-papos" e contestes, o radioamador pode auxiliar as autoridades de Defesa Civil nas situações de risco e calamidades públicas, levando as comunicações aos mais longínquos rincões, por exemplo, no interior da Amazônia ou da Savana Africana. Alguns dessas modalidades se utilizam do Código Fonético Internacional e o Código Q em sua comunicação que são muito utilizados por radioamadores no mundo inteiro em troca de informações e mensagens tanto em curta distâncias quanto em longas distâncias. Além dos operadores de estações amadoras de radiocomunicação, aqueles códigos são utilizados por serviços diversos, tanto civis quanto militares, profissionais e empresas de comunicações ou que utilizam a radiocomunicação como fator de contatos entre seus integrantes.

Existem no mundo muitos tipos de radioamadores, aqueles que procuram ter uma estação de radiocomunicação com intuito de adquirir conhecimento em diversos ramos da ciência, pois, para se ter uma estação de rádio é necessário dominar diversos ramos do conhecimento tecnológico e científico, alguns são: a Eletricidade, a Eletrônica, a Mecânica, incluindo a Matemática e a Física em modo geral, para os aficcionados em comunicados a longa distância, chamados de DX, destacam-se o conhecimento da Meteorologia, da Astronomia, além de conhecimentos de Geografia, dentre outros ramos do conhecimento. Muitos profissionais das mais diversas áreas nasceram a partir de estudos feitos no radioamadorismo.

A oportunidade de se comunicar com outros colegas radioamadores de todas as partes do mundo por meio de uma estação de rádio traz muitas alegrias, por permitir a integração entre pessoas de diversas culturas e países.

O principal objetivo do radioamador é o aprimoramento de sua estação de rádio através da melhoria constante de seus equipamentos e antenas, o radioamador utiliza as ondas de rádio como meio de propagação de seus comunicados, bem como o estudo da propagação de ondas no espaço, a reflexão ionosférica, reflexão lunar, estudos do espectro de radiofreqüência em geral, aspectos geográficos em radiocomunicação.

Distribuídos por todo o mundo, até 2004 havia mais de 3 milhões, sendo 50% nos Estados Unidos da América. Os radioamadores desempenham um serviço que a legislação internacional define como sendo de auto-aprendizagem, intercomunicações e pesquisas técnicas, realizadas por pessoas devidamente autorizadas, que se interessam pela radiotécnica com objetivos estritamente pessoais, sem fins lucrativos.

Contribuições dos radioamadores

No mundo, o radioamadorismo foi responsável pelo avanço de muitas tecnologias. Os radioamadores desenvolveram a base da radiocomunicação desde seu início, se não fossem as técnicas desenvolvidas pelos radioamadores a internet, por exemplo, não existiria, ou demoraria muito mais para ser desenvolvida. Outros avanços que ocorreram graças ao radioamadorismo foram na área da radiocomunicação, como a telefonia celular, o Radar, o sistema de transmissão de dados viamicroondas e até mesmo o sistema de fornos de microondas.

Os sistemas de telefonia celular partem do mesmo princípio das estações repetidoras que são utilizadas pelos radioamadores, este sistema trabalha em duas frequências diferentes (600 kHz para a faixa de 2 metros), uma para recepção e outra para a transmissão, só que as estações que fazem esta função na faixa de radioamador utilizam uma freqüência por vez (sistema simplex) ao passo que as destinadas à telefonia celular utilizam duas ao mesmo tempo (sistema duplex oufull-duplex), uma para quem fala e outra para quem escuta. Obviamente que hoje as famosas ERBs (Estação Radio Base) de telefonia celular utilizam um sistema muito mais evoluído que o descrito, porém a essência do funcionamento é o mesmo.

[editar]Legislação

O Radioamador é a pessoa habilitada pelos órgãos competentes a operar uma estação de rádio, nas freqüências delimitadas pelos órgãos governamentais competentes para tal, no Brasil está a cargo da Anatel - Agência Nacional de Telecomunicações, seguindo padrões mundias da UIT (União Internacional de Telecomunicações). Em tais freqüências não é permitida a operação para fins comerciais ou desviada para qualquer outra finalidade.

[editar]Repetidoras

Uma repetidora consiste de um sistema eletrônico que recebe sinais fracos e ou de baixa altitude e retransmite de um local, geralmente mais alto, e com mais potência. Desta forma o sinal pode cobrir distâncias maiores sem perder a qualidade.

O termo repetidora se origina da telegrafia e se refere a um sistema eletro-mecânico usado para regenerar sinais telegráficos. O uso deste termo também é válido na comunicação telefônica e de dados.

Radioamadores famosos

  • Akio Morita - Fundador da Sony - JP1DPJ- Silent Key
  • Alexandre Dezem Bertozzi - Eng. Eletro-Eletrônico e Professor altamente conceituado - PU4ADB
  • Amyr Klynk - Navegador famoso - PY2KAK
  • Anastasio Somoza - Ex-Presidente da Nicaragua - YN1AS - Silent Key
  • Arthur Collins - Fundador da Collins Radio - W0CXX - Silent Key
  • Barry Goldwater - Senador – W7UGA - Silent Key
  • Bhumiphol Adulayadej - Rei da Tailandia - HS1A
  • Blaine Hammond - Astronauta - KC5HBS
  • Carlos Meném - Ex-Presidente da Argentina - LU1SM
  • Chet Atkins - Guitarrista - WA4CZD- Silent Key
  • Curtis LeMay - General SAC USAF – W6EZV - Silent Key
  • Dennis Tito - Primeiro Turista no Espaço - KG6FZX
  • Dirk Frimouth - Astronauta - ON1AFD
  • Emile Lahoud - Ex-Presidente do Libano - OD5LE
  • Francesco Cossiga - Ex-Presidente de Italia - I0FCG
  • George Patacki - Governador do Estado de Nova Iorque - K2ZCZ
  • Gregiore Kaylbanda - Ex-Presidente do Rwanda - 9X1A
  • Hassan II - Rei de Marrocos - CN8MH - Silent Key
  • Helen Sharman - Astronauta - GB1MIR
  • Howard Hughes - Piloto, Bilionário Excentrico - W5CY- Silent Key
  • Hussein Talal - Rei da Jordania - JY1 - Silent Key
  • Jerry Linenger - Astronauta - KC5HBR
  • Joe Walsh - Guitarrista - Eagles - WB6ACU
  • Joseph Taylor Jr. - Premio Nobel da Fisica '1993 - K1JT
  • Juan Carlos de Borbon - Rei de Espanha - EA0JC
  • JUSCELINO KUBITSCHEK - EX-PRESIDENTE DO BRASIL - PY1JKO - SILENT KEY
  • Keizo Obuchi - Ex-Primeiro Ministo do Japão - JI1KIT
  • Laszlo Goldner (Lima Golf) - Refugiado da Segunda Guerra Mundial - PY2LG
  • Mamoru Mohri - Astronauta - 7L2NJY
  • MARCOS CESAR PONTES - 1º Astronauta Brasileiro - PY0AEB
  • Marlon Brando - Actor - FO0GJ
  • Maximiliano Kolbe - Martir - Santo da Igreja Católica - SP8RN - Silent Key
  • Noor Hussein - Rainha da Jordania - JY1NH
  • Owen Garriot - Astronauta - W5LFL
  • Patty Loveless - Cantora Country - KD4WUJ
  • Paul Tibbets - Piloto do "Enola Gay" - K4ZVZ
  • Priscilla Presley - Actriz- N6YOS
  • Qaboos Bin Said Al-Said - Sultão de Oman - A41AA
  • Rajiv Ghandi - Ex-Primeiro Ministo da India - VU2RG - Silent Key
  • Reinaldo Leandro - Membro do Parlamento Andino - YV5AMH
  • Roger Mahony - Cardeal da Diocese de Los Angels - W6QYI
  • Sako Hasegawa - Fundador da Yaesu - JA1MP - Silent Key
  • Scott Redd - Almirante Ex-Comandante 5ª Esquadra USN – K0DQ
  • Steve Wozniak - Fundador da Apple - WA6BND
  • Thor Heyerdahl - Membro da Expedição Kon Tiki - LI2B - Silent Key
  • Tokuso Inoue - Foundador da Icom - JA3FA
  • Ulf Merbold - Astronauta - DP3MIR
  • Walter Cronkite - Jornalista - KB2GSD - Silent Key
  • William Halligan Sr. - Fundador da Hallicrafters Co - W9WZE - Silent Key
  • Yuri Gagarin - Cosmonauta - UA1LO - Silent Key

"Silent Key" é um eufemismo utilizado pelos Radioamadores e significa "falecido".

Calamidades Públicas

Num país de dimensões continentais como o Brasil, a necessidade de sistemas de comunicação instantânea não convencional é de extrema importância. Por este motivo foi criada uma rede de radioamadores para prevenir e procurar auxiliar os órgãos oficiais de salvamento, resgate e prevenção à calamidades. Esta se chama"RENER", que é a abreviação de "Rede Nacional de Emergência de Radioamadores" voluntários.

[editar]Quem realiza o Serviço de Radioamador

De acordo com texto traduzido do inglês, o (sic)...Radioamador é o cidadão que se interessa pela radiotécnica, sem fins lucrativos, tendo por objetivo a intercomunicação, a instrução pessoal e os estudos técnicos.

E ainda conforme as páginas da Anatel: O Serviço de Radioamador é um serviço de radiocomunicações, realizado por pessoas autorizadas, que se interessem pela radiotécnica, sem fins lucrativos, tendo por objetivo a intercomunicação, a instrução pessoal e os estudos técnicos, sendo vetado a utilização para outros fins.

No Brasil e em todos os países do mundo é vetada a utilização do serviço de radioamadorismo para outros fins que não os descritos acima.

O serviço de radioamador no Brasil é concedido pelo governo à pessoas habilitadas e concursadas. Portanto, para ser radioamador, o cidadão deve ser autorizado pelo Governo Federal.

[editar]Habilitação ao Serviço de Radioamador

A estação de radiocomunicação consiste basicamente num equipamento de radiocomunicação, linha de transmissão e antena. Para que o cidadão possa ter um sistema destes em sua casa, é necessário ser radioamador, ou operador de estação de rádio-cidadão.

No primeiro caso é necessário a habilitação de radioamador. Para ser portador desta existem uma série de procedimentos burocráticos que devem ser observados e seguidos, pois a responsabilidade de se operar uma estação de rádio de grande potência, alcance, e múltiplas freqüências de operação com possibilidade de interferências inclusive em serviços públicos e de segurança é grande.

A autorização para a execução do serviço de radioamadorismo concedida pelo Governo Federal é precedida de provas executadas pelo candidato onde são avaliadas suas capacidades operacionais, seus conhecimentos da legislação das telecomunicações, de ética operacional, além da suas capacidades técnicas, no manuseio e conhecimento teórico de rádio transceptores, equipamentos, antenas e afins.

O exame de avaliação é promovido por uma entidade não governamental e representativa dos radioamadores perante o Governo Federal chamada Liga de Amadores Brasileiros de Radioemissão - LABRE ou ainda diretamente na Anatel. Quem elabora e fiscaliza os exames é a Anatel, a aplicação das provas pode ser feita tanto na LABRE como na Anatel.

[editar]Classes de Radioamadores

[editar]CLASSE C

Maiores de 10 anos aprovados nos testes de:

  1. Técnica e Ética Operacional
  2. Legislação de Telecomunicação

[editar]Técnica e ética operacional

Um único teste com 20 perguntas sendo 10 perguntas por matéria, o índice de aprovação será de 70%, ou seja, 14 respostas certas.

[editar]Legislação de telecomunicação

Um único teste com 20 perguntas, sendo que o índice de aprovação será de 70%, ou seja, 14 respostas certas.

[editar]CLASSE B

Os testes de técnica e ética operacional bem como Legislação de Telecomunicação, serão aplicados da mesma forma das classes anteriores, com os mesmos percentuais de aprovação, no entanto com as alterações abaixo:

Na prática, segundo interpretação dada pela ANATEL à Norma aprovada pela Resolução nº 449/2006, não vem sendo aplicadas provas de Legislação e Técnica e Ética Operacional para promoção do Radioamador Classe "C".

[editar]Recepção auditiva e transmissão em código morse

Textos em linguagem clara com 87 caracteres (letras, sinais e algarismos), com duração de. prova em 5 minutos. Serão transmitidas 125 caracteres em 5 minutos, sendo requerido para aprovação a correta transmissão/decodificação de 87 caracteres.

[editar]Radioeletricidade

Um único teste com 20 perguntas, sendo o índice de aprovação de 50%, ou seja, 10 respostas certas.

Observação:
Aos menores de 18 anos existe uma carência de dois anos a contar da data de expedição do certificado de operador de estação de radioamador classe C ou D. No entanto pode-se fazer o teste de avaliação antes do término do prazo, pois o mesmo tem validade de um ano. Aprovado terá de aguardar este prazo.

[editar]CLASSE A

O teste de Técnica e Ética Operacional bem como Legislação de Telecomunicação, serão aplicados da mesma forma das classes anteriores, no entanto com os percentuais de aprovação alterados para 80%, ou seja, 16 respostas certas.

Na prática, segundo interpretação dada pela ANATEL à Norma aprovada pela Resolução nº 449/2006, não vem sendo aplicadas provas de Legislação, Técnica e Ética Operacional, bem como CW para promoção para Classe "A", limitando-se o teste a Radioeletricidade - "Conhecimentos Técnicos de Eletrônica e Eletricidade", sendo exigido 70% de aproveitamento, consoante Documento expedido pela ANATEL denominado "Procedimentos de Teste de Comprovação de Capacidade Operacional e Técnica".

[editar]Radioeletricidade

Os testes serão aplicados da mesma forma das classes anteriores, no entanto com os percentuais de aprovação alterados para 70%, ou seja, 14 respostas certas.

[editar]Recepção auditiva e transmissão de sinais em código morse

Os testes serão aplicados da mesma forma das classes anteriores, no entanto com os percentuais de aprovação alterados para 180 caracteres (letras, sinais e algarismos), duração da prova – 5 minutos. A ANATEL não vem exigido CW para promoção para Classe "A"

Observação:
Carência de um ano a contar da data de expedição do certificado da Classe B para habilitação para classe A, no entanto podemos fazer os testes de avaliação a qualquer momento, pois o mesmo aprovado tem validade de um ano.

[editar]Autorização de Licença

A Licença para operar o serviço de radioamador é liberada para os maiores de dez anos desde que seus pais ou tutores se responsabilizem pelos seus atos e omissões.

Para os radioamadores portugueses é liberada a licença após obterem o reconhecimento de igualdade de seus direitos e deveres em relação aos brasileiros.

[editar]Radioamador estrangeiro

Uma vez radioamador em seu país de origem, o estrangeiro poderá solicitar ao governo brasileiro a execução do serviço no país. As condições para tal são a existência de acordo internacional de reciprocidade de tratamento entre o Brasil e o país de origem do candidato, a apresentação de documentos que equivalem às licenças brasileiras e que não tenham prazo de validade vencido, passaporte ou carteira de identidade de estrangeiro com prazo de validade normal e a apresentação do CPF em situação regular.

A liberação do licenciamento para radioamadores estrangeiros se dá após o reconhecimento de reciprocidade de tratamento acordado entre o Brasil e os países destes.

Os Radioamadores funcionários estrangeiros de organismos internacionais dos quais o Brasil também participa, recebem a licença quando solicitada se estiverem prestando serviços em solo brasileiro.

Ao estrangeiro não é permitido prestar exames de habilitação para radioamador.

[editar]Licença de Funcionamento

A licença de funcionamento de uma estação de radioamadorismo, é o documento que libera o uso e instalação da estação transceptora ao detentor do Certificado de Operador de Estação de Radioemissão, podendo este ser pessoa física ou ainda entidades de ensino, associações de radioamadores, etc.

O indicativo de chamada será determinado pela classe a que pertence e a unidade federativa em que o Radioamador reside.

A validade da licença de funcionamento é por dez anos. Os tipos de estação são: fixa, móvel, fixa tipo 2, repetidora sem e com conexão com a rede telefônica pública. Podendo ainda solicitar estações eventuais e especiais com prazo máximo de 30 dias de utilização para participar de eventos, comemorações e contestes.

Ao radioamador é permitido apenas uma estação fixa em cada unidade da Federação. A móvel não tem limite.

[editar]COER

O COER, Certificado de Operador de Estação de Radioamador, é a habilitação do responsável pela estação de radioemissão-recepção. O documento é necessário estar sempre com seu titular no momento da operação de uma estação de radioamadorismo.

[editar]Legislação

Por se tratar de serviço de utilidade pública, em ocasiões excepcionais, as freqüências podem ser solicitados para ser utilizados como reserva técnica para aDefesa Civil, Corpo de Bombeiros, etc. Com o final da Ditadura Militar, de acordo com a Constituição Brasileira de 1988, o radioamador não é obrigado a ceder equipamentos para quaisquer órgãos de repressão de forma injustificada, podendo os responsáveis serem processados e presos em caso de submeter o cidadão a situação vexatória.

O único órgão responsável pela habilitação, homologação, fiscalização e legislação das estações de radioamador no Brasil é a Anatel.

[editar]Patrono do Radioamadorismo Brasileiro

Roberto Landell de Moura, nascido em Porto Alegre em 21 de janeiro de 1861, morreu em 30 de junho de 1928, teve formação eclesiástica em Roma, ordenado sacerdote em 1886, voltou para o Brasil e desempenhou atividades religiosas até a sua morte, em Porto Alegre. Em Roma iniciou seus estudos de física eeletricidade. No Brasil, como autodidata continuou seus estudos culminando na invenção do tel

--------FREQUENCIAS--------

Às vezes, as freqüências são anunciadas em MHz (lê-se Mega Hertz) ao invés de kHz. Para converter kHz e MHz basta dividir a freqüência em kHz por 1000; exemplo: freqüência de 3200 kHz é igual à 3,2 MHz.

Provavelmente você deve ter ouvido falar em faixas como 25 metros, 31 metros, etc. Esta nomenclatura nada mais é do que segmentos de freqüências que se localizam dentro das Ondas Curtas. A fórmula para se saber a relação de uma freqüência com o seu comprimento de onda é simples; basta dividir o número 300000 pela freqüência. Ex.: a freqüência de 10000 kHz tem comprimento de onda igual a 30 metros.

ondas espectro

  • Ondas Longas
    - Agrupa as freqüências que estão entre 190 a 535 kHz (lê-se Kilo Hertz)

  • Ondas Médias
    - Agrupa as freqüências que estão entre 540 e 1600 kHz (lê-se Kilo Hertz),

  • Ondas Curtas
    - Agrupa as freqüências entre 1600 e 30000 kHz (lê-se Kilo Hertz)

  • Ondas Tropicais
    - Agrupa as freqüências entre 2300 a 5900 kHz (lê-se Kilo Hertz)

comprimento da onda

Freqüências (kHz)

Faixa (metros)

2300 a 2495

120

3200 a 3400

90

3900 a 4000

75

4750 a 5060

60

5900 a 6200

49

7100 a 7350

41

9450 a 9900

31

11600 a 12100

25

13570 a 13870

22

15100 a 15800

19

17480 a 17900

16

18900 a 19020

15

21450 a 21750

13

25600 a 26100

11